Postagens

No dia do Rio São Francisco, não temos muito a comemorar ! Só a mobilização da população ribeirinha pode mudar essa história !!! Senhor Fazei-me um instrumento de vossa paz, aonde houver ódio que eu leve à união! Viva o rio da Integração Nacional

Imagem
Se o rio morre, morre com ele a cultura de um povo. O velho Chico é também um núcleo de memórias | Foto: Allan Lustosa
O “Velho Chico” é um dos mais importantes rios do Brasil. Da sua nascente, em Minas Gerais, até o encontro com o mar, ele passa compondo a paisagem de diversas regiões dos estados da Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, serpenteando por mais de 500 municípios e comunidades e beneficiando 14,2 milhões de pessoas. Daí a sua denominação de rio da integração nacional (fonte: www2.ana.gov.br).

Seu percurso de quase três mil km é um caminho revelador de histórias, pelejas, causos, amores e das religiosidades dos povos ribeirinhos. Um rio de importância econômica, social e cultural para diversas comunidades, dentre elas indígenas e quilombolas. Suas águas maltratadas pelo intenso processo de degradação, onde esgotos desaguam em seu leito, o desmatamento constante de suas matas ciliares, provocando o assoreamento, são expressões concretas do abuso indiscriminado…

Embrapa Pesca e Aquicultura lança livro sobre criação de pirarucu

Imagem
Embrapa Pesca e Aquicultura lança livro sobre criação de pirarucu - RSS
Últimas notíciasVoltar Foto: Divulgação Embrapa Alevinagem, Recria e Engorda de Pirarucu é o novo livro lançado pela Embrapa Pesca e Aquicultura (TO) que, como o próprio nome diz, ensina todas as técnicas de cultivo da espécie. Com uma linguagem simples e acessível, a publicação possui 152 páginas e é ricamente ilustrada. Os interessados podem fazer download gratuito no site da Unidade. A obra complementa o primeiro livroManejo de Plantel de Reprodutores de Pirarucu, lançado em 2015, que também pode ser baixado sem custo. Segundo a pesquisadora da Embrapa Adriana Ferreira Lima, uma das autoras do livro, a obra vem atender à demanda por material didático sobre o assunto e suprir uma carência de informações sobre cultivo da espécie. “Durante nossos cursos percebemos que havia falta de publicações sobre o tema, então decidimos lançar esse livro que veio complementar a primeira obra que abordou apenas a reprodução da e…

Excelente matéria :Pelo menos 10 mil plantas alimentícias não convencionais (pancs) podem reforçar prato do brasileiro

Imagem
Pelo menos 10 mil plantas alimentícias não convencionais (pancs) podem reforçar prato do brasileiro Por Ecodebate - 17/05/20170


Vitórias Régias no Museu Paraense Emílio Goeldi. Foto: Wikipedia
Por Maísa Penetra, da Radioagência Nacional
Você já pensou em comer vitória-régia ou umbigo de banana? Pois saiba que muitas plantas que descartamos no dia a dia e que consideramos apenas mato têm valor nutritivo e até gastronômico.

Essas são as plantas alimentícias não convencionais (Pancs). São, pelo menos, 10 mil espécies de plantas que além da rúcula, alface e do tomate são boas para a saúde humana.
No Brasil, as Pancs já começaram a ser estudadas. As pesquisas apontam que elas não só combatem a monotonia alimentar, mas também são motivadores econômicos de sustentabilidade.
O professor e biólogo do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Amazonas Valdeli Kinupp é um desses estudiosos. Ele conta onde essas plantas podem ser encontradas: “essas plantas podem ser encontradas em qu…

Belchior - Coração Selvagem

Imagem

BELCHIOR - "GALOS, NOITES E QUINTAIS" - AO VIVO (Show)

Imagem

Importante ! Conclusões do Tribunal Monsanto

Imagem
COMUNICADO DE IMPRENSA - Conclusões Tribunal MonsantoHaia, 18 Abril 2017 Os/as cinco juízes/as internacionais no Tribunal Monsanto apresentaram hoje o seu parecer jurídico no âmbito do processo cidadão …

Engenheiros do Estado conhecem gestão das águas de Israel

Imagem
Por
Nadja Pacheco Fonte: Ascom Crea-BA

Representante da autoridade da água de Israel foi convidado pelo Crea-BA e IPB para o Agenda de Desenvolvimento Bahia 21/03/2017

Como fazer a gestão da água em um país com condições desérticas? A resposta para  essa pergunta foi dada pelo representante da Autoridade da Água de Israel, engenheiro Amir Schischa, em uma palestra proferida na tarde desta segunda-feira (20), no auditório da Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), para engenheiros que trabalham em órgãos ligados ao Governo do Estado. O encontro foi viabilizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-BA) e pelo Instituto Politécnico da Bahia (IPB).

Na oportunidade, o israelense pôde ressaltar a importância de se fazer a gestão da demanda e da oferta de água e sobre a necessidade de se planejar o país para longas estiagens. “A gente já se planeja para o que vai acontecer em 2050. Até lá, investiremos ainda mais em renovação das red…